Atualização científica

Comparação da Perda de Peso

Quinta-feira, 04 de Setembro de 2014

Comparação da Perda de Peso entre Diferentes Programas de Dieta em Adultos com Sobrepeso ou Obesidade: Metanálise

 Johnston BC, Kanters S, Bandayrel K Wu P, Naji F, Siemieniuk RA, Ball GDC, et al.

Fonte: JAMA. 2014; 312 (9): 923-933.

RESUMO

Importância: Muitas alegações tem sido feitas em relação a superioridade de um ou outro tipo de dieta na indução de perda de peso, mas não está claro qual a melhor dieta.

Objetivo: Determinar o desfecho perda de peso em dietas populares baseadas em classe (composição de macronutrientes) e nome da dieta.

Fontes de Dados: Foram rastreadas 6 bancos de dados eletrônicos: AMED, CDSR, CENTRAL, CINAHL, EMBASE, e MEDLINE até abril de 2014.

Seleção de Estudos: Foram selecionados estudos envolvendo adultos com sobrepeso ou obesos (índice de massa corporal ≥25) randomizados para uma dieta popular auto-administrada, com relato de dados de peso e índice de massa corporal após 3 meses ou mais de intervenção

Extração e Síntese dos Dados: Dois revisores extraíram de forma independente os dados a respeito da população, intervenções, desfechos, riscos de viés e qualidade das evidências. Um modelo Bayesiano foi utilizado para realizar uma serie de metanálises com efeito randômico com meta-regressão para estimar a efetividade relativa de cada classe e programa de dietas na mudança do peso e do índice de massa corporal a partir dos valores iniciais. As análises foram ajustadas para suporte comportamental e exercício.

Desfechos Principais: Peso e índice de massa corporal em 6 e 12 meses de acompanhamento (±3 meses para ambos períodos).

Resultados: Entre 59 artigos elegíveis relatando 48 ensaios clínicos randomizados (incluindo 7.286 indivíduos), a maior perda de peso esteve associada a dietas com baixo teor de carboidratos (8,73 kg [intervalo de confiança {CI} 95%, 7,27 a 10,20 kg] em seguimentos de 6 meses e 7,25 kg [IC 95%, 5,33 a 9,25 kg] em seguimentos de 12 meses) e dietas com baixo teor de gordura (7,99 kg [IC 95%, 6,01 a 9,92 kg] em seguimento de 6 meses e 7,27 kg [IC 95%, 5,26 a 9,34 kg] em seguimentos de 12 meses). As diferenças de perda de peso entre os tipos específicos de dieta foram mínimas. Por exemplo, a dieta Atkins resultou em uma perda de peso 1,71 Kg maior quando comparada com a dieta Zone no seguimento de 6 meses. Entre 6 e 12 meses de seguimento, a influência do suporte comportamental (3,23 kg [IC 95%, 2,23 a  4,23 kg] no seguimento de 6 meses versus 1,08 kg [IC 95%, −1,82 a 3,96 kg] no seguimento de 12 meses) e exercício (0,64 kg [IC 95%, −0,35 a 1,66 kg] versus 2,13 kg [IC 95%, 0,43 a 3,85 kg], respectivamente) na perda de peso foi diferente.

Conclusões e Relevância: Perda de peso significativa foi observada com qualquer dieta de baixo teor de carboidratos ou gorduras. A diferença na perda de peso obtida com tipos específicos de dieta foi pequena. Esses resultados suportam a prática de recomendar, para a perda de peso, qualquer dieta a qual o paciente possa aderir.