Atualização científica

Lactobacilos e Bifidobactérias

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

A diarreia associada ao uso de antibióticos (AAD) ocorre mais frequentemente em pacientes idosos (≥ 65 anos) hospitalizados expostos a antibióticos de largo espectro. A AAD pode resultar em doença grave. Embora os mecanismos patológicos subjacentes não estejam bem esclarecidos, preparações com microorganismos têm sido avaliadas na prevenção da AAD. No entanto, os estudos disponíveis são em sua maioria ensaios clínicos pequenos e de qualidade variável, fornecendo dados insuficientes para conclusões confiáveis a respeito de eficácia. O presente estudo é um ensaio clinico de eficácia em uma amostra de pacientes idosos hospitalizados representativa das admissões ao National Health Service (NHS) e a instituições de cuidados secundários similares, com recrutamento de um numero suficiente de pacientes de forma a produzir um resultado definitivo.

Ensaio clinico de eficácia multicêntrico, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo e pragmático de pacientes internados com 65 anos ou mais expostos a um ou mais antibióticos orais ou parenterais. Um esquema de randomização gerado por computador foi usado para alocar pacientes (em razão 1:1) para receber uma preparação de múltiplas cepas de lactobacilos e bifidobactérias, com um total de 6 × 1010 organismos, um por dia por 21 dias, ou um placebo idêntico. O desfecho primário foi a ocorrência de AAD nas primeiras 8 semanas e diarreia por Clostridium difficile (CDD) nas primeiras 12 semanas após o recrutamento. A análise foi por intenção de tratar. O ensaio clínico foi registrado como ISRCTN70017204.

Um total de 17.420 pacientes foi avaliado, e 1.493 foram randomicamente alocados para o grupo da preparação microbiana e 1.488 para o grupo placebo. 1.470 e 1471 pacientes foram, respectivamente, incluídos na analise dos desfechos primários. AAD (incluindo CDD) ocorreu em 159 (10,9%) participantes no grupo da preparação microbiana e em 153 (10,4%) participantes no grupo placebo (risco relativo [RR] 1,04; IC 95% 0,84 a 1,28; p=0,71). A CDD foi uma causa incomum de AAD e ocorreu em 12 (0,8%) participantes no grupo da preparação microbiana e 17 (1,2%) participantes no grupo placebo (RR 0,71; IC 95% 0,34 a 1,47; p=0,35). 578 (19,7%) participantes tiveram um ou mais eventos adversos severos; a frequência de eventos adversos foi similar nos dois grupos e nenhum deles foi atribuído à intervenção.

Não foram identificadas quaisquer evidencias de que uma preparação com varias cepas de lactobacilos e bifidobactérias seja efetiva na prevenção de AAD ou CDD. Uma melhor compreensão da fisiopatogenia da AAD é necessária para guiar futuros estudos.